Indoor

Seleção Masculina encerra primeira fase de treinamentos

Publicado em: 30/06/2019 00:00

Por: Patricia.lima

 

[Da Redação] Com um último compromisso em quadra na manhã deste domingo, a Seleção Brasileira Masculina encerra pela tarde, a primeira fase de treinamentos visando aos Jogos Pan-Americanos de Lima. Os treinos recomeçam na sexta-feira, 5, na cidade de São Bernardo do Campo, onde fica o Centro Nacional de Desenvolvimento do Handebol, um legado olímpico. Serão duas fases no Brasil antes da estreia nos Jogos e uma simultânea às disputas em Lima.

 

Dos 21 convocados, 16 atuam na europa e para Washington Nunes, técnico da Seleção, o objetivo da fase foi o retorno às atividades. Os calendários das temporadas europeias e americanas são diferentes. Enquanto estamos começando as competições, os europeus estão entrando no período de férias. Portanto, a comissão técnica da Seleção optou pelo trabalho físico mais intenso com algumas passagens com bola. Segundo ele, a fase teve 90% do trabalho pautado na preparação física numa série de atividades diversificadas.

 

O projeto foi muito importante tanto na questão física quanto na questão social. Os meninos saíram bastante cansados, mas acredito que com o objetivo totalmente alcançado. Na próxima fase, temos uma base muito importante do trabalho com bola e aí sim, começamos a definir um pouco mais as questões de trabalho defensivo e ofensivo que vão ser fundamentais para o torneio”, avalia Washington Nunnes.

 

Foi uma parte mais física e com atividades com diferentes estímulos. Acredito que foi válida pelo fato de muitos jogadores terem acabado a temporada a pouco tempo e pelo menos ter uma fase mais diversificada. Então foi uma fase bem proveitosa”, conta Thiagus Petrus, capitão da Seleção Brasileira.

 

Para César de Almeida, o goleiro Bombom, que vai defender o Fenix Toulouse Handball da França na próxima temporada, todos saíram cansados da fase, mas que a preparação física foi um ponto de trabalho importante para a competição. Segundo ele, agora é descansar nos próximos quatro dias de folga para começar ainda mais intensamente a fase na sexta-feira.

 

Fizemos trilhas, fizemos um paintball, aí fizemos uma outra trilha em outro caminho. Nos últimos dias, começamos a mexer com bola, no primeiro contato. Tivemos o acompanhamento do pessoal do COB fazendo vários estudo e testes conosco sobre cansaço, saltos em toda a infraestrutura boa que o COB nos oferece. Então foi muito proveitosa a fase”, comenta Bombom.

 

De acordo com Luigi Turisco, preparador físico, as atividades da primeira fase de treinamentos foram pautadas no condicionamento físico, priorizando as adaptações tanto dos atletas em período de férias dos campeonatos na Europa, quanto dos atletas que estão em disputas em campeonatos no Brasil. Assim, os exercícios foram voltados ao aeróbico de longa duração, como a Trilha da Fé. Após os estímulos aeróbicos da primeira etapa, ainda fizeram trabalhos no campo de futebol com trabalhos de corrida e exercícios de força, considerando o aspecto geral da equipe.

 

Acabando esse primeiro momento mais aeróbico, passamos para um trabalho mais específico de força de luta. Também fizemos um trabalho numa academia de Crossfit, num objetivo mais de força, um pouco mais específico para a modalidade, já os preparando para as próximas fases. E por fim, já fomos entrando num trabalho mais de força, mais de velocidade que é para a próxima fase que nos encontramos agora dia 5”, explica Turisco.

 

O preparador destaca o apoio do Comitê Olímpico do Brasil, que paralelamente às atividades desenvolvidas na preparação física e técnica, avaliações físicas e bioquímicas também foram realizadas pelo COB que fornecia os resultados diariamente. Foram feitos testes físicos de saltos verticais, testes de velocidades e de resistência de velocidade e, um teste de variabilidade de frequência realizado pela manhã junto aos trabalhos de meditação e concentração. No cronograma da fase, outras atividades integraram como uma rodada de paintball para socializar, descontrair e recuperar os atletas e, um passeio por uma cachoeira, de trilha mais curta, a fim de imersão na água gelada para recuperar as partes muscular e articular.

 

Foi uma fase bem intensa de preparação física, na qual os atletas sentiram o trabalho no início, mas com o passar da fase, eles começaram a ter uma recuperação melhor. Acredito que eles tenham construído uma base fisiológica muito para as próximas fases. Tanto o pessoal da comissão técnica quanto do COB elogiaram bastante a predisposição dos atletas e o empenho deles. Foi uma fase, para mim, perfeita”, completa Luigi Turisco.



Agenda da Seleção

 

Fase de treinamento em São Bernardo do Campo-SP: 5 a 12 de julho

Fase de treinamento em São Bernardo do Campo-SP: 16 a 27 de julho

Jogos Pan-Americanos de Lima: 28 de julho a 06 de agosto

Compartilhe:

Comentários

comentários providos por Disqus

Apoiador

Parceiros Institucionais

Filiado A