Beach

Seleções Brasileiras de Beach iniciam fase de treinamento

Publicado em: 01/07/2019 00:00

Por: Patricia.lima

Foto: Divulgação/Secretaria de Esporte e Lazer de Maricá

 

[Da Redação] Nas próximas duas semanas, Maricá-RJ será a capital Sul-Centro Americana do Beach Handball. A cidade recebe sete países para a disputa dos ouros nas areias da praia da Barra de Maricá. O I Campeonato Sul-Centro Americano de Handebol de Praia garante vaga para o World Beach Games no Qatar em outubro e para o Mundial na Itália em 2020.

 

Na manhã deste domingo, 30, as Seleções participaram do lançamento do evento na praia de Araçatiba junto ao Prefeito de Maricá Fabiano Horta, ao secretário de Esporte e Lazer, Filipe Bittencourt e ao presidente da NBHB, Thiago Gusmão. O torneio com entrada gratuita e com cobertura do Sportv, acontece entre os dias 11 e 14 de julho, com a participação das seleções femininas e masculinas da Argentina, do Brasil, do Chile, do Equador, do Paraguai, do Uruguai e da Venezuela.

 

A armadora Cinthya Piquet, da APCEF-PB, reconhece e destaca o carinho e receptividade das pessoas da cidade para com a equipe. Para ela, as expectativas tanto da fase quanto do campeonato são boas, pois nos dez dias de treinamento, vão poder trabalhar o que pretendem com o objetivo de alinhar alguns detalhes para a estreia. O grupo das 14 atletas convocadas é mesclado entre veteranas e atletas mais novas o que, segundo ela, é um ponto positivo.

 

Nosso grupo é muito bom e eu tenho certeza de que vamos fazer uma excelente competição. Vai ser uma competição dentro de casa e temos como principal adversária a Argentina. Eu acredito que nós faremos bons jogos“, comenta Cinthya.

 

Gil Pires, pivô e atuante no Grêmio Esportivo Unipê-PB, também destaca a receptividade no evento e a preocupação dos organizadores em fazer o melhor. Para ele, ainda que a equipe esteja no início dos treinamentos e que tenha atletas que não foram para a última competição, o retorno está sendo otimista. Um dos objetivos é conseguir manter a hegemonia no continente, vencendo mais uma vez uma competição continental assim como foi nos Jogos Sul-Americanos no início do ano.

 

A equipe se apresentou já num patamar bem alto, tanto fisicamente quanto tecnicamente. Então a expectativa é que a estreia seja uma festa muito boa, com casa cheia, lotada. Jogar em casa é sempre muito bom. O Brasil nunca entra em uma competição de Beach Handball senão visando a medalha de ouro”, pondera Gil.

 

As Seleções seguem em treinamentos em Ponta Negra e eventos públicos pela cidade até a estreia no Campeonato. Entre os dias 2 e 5 de julho na parte da manhã, os atletas têm presença confirmada em escolas municipais. No domingo dia 7 de julho, a praia de Itaipuaçu recebe amistosos entre as Seleções do Brasil, Chile e Equador e uma equipe carioca. Na terça-feira, 9, os alunos dos projetos sócio-desportivos terão uma oficina ministrada pelos atletas no Centro de Treinamentos de Ponta Negra. Na quinta-feira, 11, tem início o I Campeonato Sul-Centro Americano de Handebol de Praia.

 

O evento é uma realização do Novo Beach Handball Brasil e da Prefeitura de Maricá, através da Secretaria de Esportes em parceria com a Confederação Brasileira de Handebol. Dessa parceria entre CBHb e NBHB, resultou também a realização do Circuito Brasileiro de Handebol de Praia 2019.

Compartilhe:

Comentários

comentários providos por Disqus

Apoiador

Parceiros Institucionais

Filiado A