Beach

Beach Handball Brasileiro realiza reunião virtual

Publicado em: 30/06/2020 18:35

Por: Patricia.lima

Foto: Campeonato Sul-Centro Americano de Beach Handball 2019

 

[Da Redação] Na manhã deste sábado, 27, a Gerência do Beach Handball da Confederação Brasileira de Handebol se reuniu com as Federações Estaduais através do Presidente ou do representante, a fim de apresentar as Comissões Técnicas das Seleções Brasileiras e novas diretrizes para continuidade dos trabalhos ainda no ano de 2020.

 

A Gerência do Beach Handball constituída pelos professores Stanley Mackenzie, Luiz Filipe Caldas, Silvio Lago e pela professora Maisa Gonçalves Dias, explicaram que visando à melhoria no rendimento das Seleções, foram implementados os programas de análise de desempenho e consultoria técnico-científica. O grupo também informou que serão realizados seminários virtuais para a comunidade no segundo semestre do ano.

 

A Seleção Brasileira Masculina de Beach Handball, número 1 do ranking da Federação Internacional de Handebol continuará comandada pelo técnico Antonio Guerra Peixe com auxilio do professor Vinicius Carlos Oliveira e do analista de desempenho Alexandre Almeida. A equipe conquistou 12 medalhas em eventos internacionais sendo 9 de ouros, e 12 medalhas em eventos continentais. Todas as 12 de ouro.

 

Já a Seleção Brasileira Feminina de Beach Handball, também número 1 do ranking da Federação Internacional, terá o técnico Marcio Magliano à frente e o auxílio da professora Rossana Marques, do preparador físico Ricardo Nunes e do analista de desempenho Guilherme Caporal. Na trajetória, são 13 medalhas sendo 6 de ouro em Campeonato Mundiais e World Beach Games e 10 medalhas, 8 de ouro, em eventos continentais.

 

Durante período de distanciamento social e adiamento de calendário, os atletas das Seleções continuam seguindo planilhas de treino individuais sob supervisão e orientação das Comissões. O objetivo é manter todo o grupo motivado para minimizar possíveis perdas no retorno. Na Feminina, é o total de 29 jogadoras e na masculina, 44 jogadores.

 

Parte fundamental do grupo de trabalho, a equipe de fisioterapia passou a ser composta pelas professoras Scheila Pinheiro, Germana Medeiros e Mariana Vido e pelo professor Glauko Dantas. Os fisioterapeutas assistem a todas as Seleções brasileiras. 

 

As Seleções Juvenis terão a coordenação dos professores Luiz Carlos Soares na masculina e Luiz Roberto Malheiros na feminina. O técnico José Nilton Júnior  e auxiliares, os professores Aldivan Andrade e Thiago William Almeida assumiram a Comissão Técnica da Seleção Masculina. O técnico Luigi Francavilla, a auxiliar professora Verônica Fernandes e o preparador físico Gabriel Velasco Gomes, 

 

Por fim, a Gerência do Beach apresentou a previsão de competições ainda no ano de 2020 para as Seleções Principais. O calendário nacional foi pensado para iniciar em agosto com as fases regionais e a fase final em novembro, sendo as categorias cadete e juvenil sediadas em Niterói-RJ e a adulta em João Pessoa-PB. Já, o calendário internacional prevê as seletivas mundiais feminina e masculina pelo Campeonato Sul-Centro Americano Juvenil e o Campeonato Mundial Adulto Feminino e Masculino, a ser realizado possivelmente no Oriente Médio.



 

Patricia Lima

Assessoria de Comunicação

Compartilhe:

Comentários

comentários providos por Disqus

Apoiador

Parceiros Institucionais

Filiado A