Indoor

Português/Uniaeso conquista Brasileiro Masculino e Feminino, no Recife

Publicado em: 13/11/2021 21:25

Por: andrealbuquerque

 

O Português/Uniaeso fez a festa, neste sábado, ao conquistar o Campeonato Brasileiro Feminino e Masculino, na quadra do Geraldão, no Recife. O feminino chegou à 11ª taça da competição. O masculino, à oitava. Duas grandes decisões contra o Rio Negro/AM, entre as mulheres, e Cascavel/PR, entre os homens. Confira como foi essa dobradinha lusa!

FINAL MASCULINA

O primeiro tempo da partida foi marcado pelo equilíbrio. As duas equipes marcavam bem e tentavam buscar qualquer espaço no ataque para marcar o gol. O Português/Uniaeso chegou a abrir quatro gols de diferença, com bons arremessos do armador Naílson Amaral, eleito o MVP da competição, e as jogadas do central Bruno Santana. Mas não demorou muito e o Cascavel voltou a diminuir os espaços para os arremessos adversários. Além disso, começou a rodar mais a bola e aproveitar a altura e os chutes de fora de Plínio, diminuindo o placar para 14x13 ao final dos 30 minutos iniciais.

No segundo tempo, o Cascavel voltou melhor e virou a partida. Chegou a abrir dois gols de diferença, mas o Português/Uniaeso não permitiu que os paranaenses se distanciassem tanto e aos poucos foi voltando a equilibrar a fina, até virar. Nos últimos minutos da decisão, o time paranaense voltou a ficar à frente, principalmente com os arremessos de Jeilson Silva, que não apenas armou praticamente todas as jogadas como afiou a pontaria e fez a diferença.

Faltando 5 segundos para o final, Cascavel vencia por um gol. Bruno Santana encontra o pivô Braz, que pega a bola e empata o confronto, no último segundo. Prorrogação.

No tempo extra, o Português/Uniaeso voltou mais assertivo e terminou o primeiro tempo vencendo por 34x32. No segundo tempo, o time administrou e venceu por 35x33. Os artilheiros do jogo foram Felipe Braz e Gil Pires, ambos do Português/Uniaeso, com sete gols cada. Depois vieram Naílson Amaral e Edivaldo Júnior, do Português, e Plínio Gomes, Jeilson Silva e Anderson Seidel, do Cascavel.

 

FINAL FEMININA

O Clube Português/Uniaeso venceu o Atlético Rio Negro por 42x24 e conquistou o Brasileiro Feminino de forma invicta. A equipe comandada pelo técnico da Seleção Brasileira Feminina, Cristiano Rocha, foi superior em praticamente toda a partida, com exceção dos primeiros 15 minutos do primeiro tempo, quando a equipe amazonense atuou de igual para igual e manteve o placar apertado até 7x7. Depois disso, as lusas conseguiram fechar melhor o sistema defensivo e fecharam a primeira etapa em 18x12.

No segundo tempo, o Rio Negro voltou sem sua principal atleta e MVP da competição, Kellen Oliveira, que se machucou no final dos 30 minutos iniciais e não teve mais condições de jogo. Por outro lado, o Português/Uniaso manteve o mesmo ritmo ofensivo, com destaque para as armadoras Talita e Grasielly, o que proporcionou um placar mais elástico do que o do primeiro tempo, terminando o jogo com uma vitória de 42x24.

As artilheiras do jogo foram Valdenora Leal, do Rio Negro, com 9 gols, e Talita Correia, do Português/Uniaeso, com 8 gols.

DECISÃO DO BRONZE

As decisões do terceiro lugar do masculino e do feminino também aconteceram neste sábado, no Ginásio Geraldão, no Recife. Primeiro, o Sport venceu o Barroso por 29x22, em um jogo que ficou com o placar muito próximo, com diferença de um ou dois gols, durante praticamente toda a partida. No final, o Leão acertou mais e levou o bronze.

No masculino, o Sport levou a melhor contra o GHC ao vencer por 27x26. A partida também não foi fácil para o rubro-negro pernambucano, mas a equipe conseguiu se manter à frente durante todo o jogo e ficou à frente do placar durante os 60 minutos. Destaque para o sistema defensivo armado pelo Sport, que dificultou bastante o encaixe do estilo de jogo dos piauienses, conhecidos pela velocidade que sempre tentam imprimir durante os confrontos.

 

SELEÇÃO DO BRASILEIRO FEMININO

GOLEIRA – Luiza Oliveira (Clube Português/Uniaeso)

PONTA ESQUERDA – Dayana Rodrigues (Sport)

ARMADORA ESQUERDA – Jocyciane Oliveira (CRB)

CENTRAL – Rafael Barros (Clube Português/Uniaeso)

ARMADORA DIREITA – Maria Pereira (Clube Português/Uniaeso)

PONTA DIREITA – Ranielle Silva (Clube Português/Uniaeso)

PIVÔ – Camila Maia (GHC)

MVP – Kellen Oliveira (Atlético Rio Negro)

MELHOR DEFENSORA – Milena Meneses (Clube Português/Uniaeso)

ARTILHEIRA – Kellen Oliveira (Atlético Rio Negro)

  

SELEÇÃO DO BRASILEIRO MASCULINO

GOLEIRO – Michael Bravel (Cascavel)

PONTA ESQUERDO – Thiago Valença (Sport)

ARMADOR ESQUERDO – Thiago Cruz (GHC)

CENTRAL – Bruno Santana (Clube Português/Uniaeso)

ARMADOR DIREITO – (Naílson Amaral (Clube Português/Uniaeso)

PONTA DIREITO – Wesley Freitas (Cascavel)

PIVÔ – André Ribeiro (Cascavel)

MVP – Naílson Amaral (Clube Português/Uniaeso)

MELHOR DEFENSOR – Giu Pires (Clube Português/Uniaeso)

ARTILHEIRO – Lucas Souza (Handstar)

Compartilhe:

Publicado pela Plataforma SGE da Bigmidia - Gestão Esportiva com Tecnologia

A Plataforma SGE é um Sistema de Gestão Esportiva desenvolvido para Confederações e Federações Esportivas. Saiba tudo sobre o funcionamento de um sistema de gestão esportiva e conheça melhor o SGE!


Comentários

comentários providos por Disqus

Apoiador

Parceiros Institucionais

logo-cbc

Filiado A