Indoor

CBHb com prestígio perante a IHF

Publicado em: 20/12/2018 00:00

Por: BigMidia

 

O handebol brasileiro vem aos poucos reconquistando seu espaço e ganhando novos horizontes. Prova disso é a reconquista do respaldo e confiança junto a Federação Internacional de Handebol, entidade máxima do esporte mundial. No último dia 18 de outubro, por exemplo, o presidente da CBHb, Ricardo Souza, esteve em Doha e participou da reunião do Conselho da IHF.

Na ocasião, o mandatário da CBHb juntamente com o ex membro da comissão de arbitragem da IHF,  Salvio Sedrez,  foram indicados para o grupo de trabalho que passará a dirigir o handebol da região Sul e Centro Americana. A indicação de Ricardo Souza foi diretamente do presidente da IHF, Hassam Mustafá. Na mesma reunião o presidente da CBHb aprovou a indicação do professor Edgar Hubner para o Comitê de Desenvolvimento da IHF.  

Diante disso, o Brasil tem atualmente diversos representantes na entidade internacional. São eles: Ricardo Souza, Salvio Sedrez e Edgar Hubner, além da Alexandra Nascimento, que é membro do grupo de trabalho para o handebol feminino. Além desses que já fazem parte do corpo de trabalho, algumas outras indicações foram feitas e falta apenas a homologação por parte da IHF. Mayssa Pessoa (goleira campeã mundial em 2013), Bruno Souza (ex-atleta), Silvia Helena (ex-atleta), Bruna e Renata Correia (árbitras).

Segundo o presidente da CBHb, Ricardo Souza, o handebol brasileiro, apesar de ter passado um ano turbulento, está conseguindo respirar e as perspectivas para o futuro são ótimas. “Para 2019 esperamos que muitas outras ações já saiam do papel e, consequentemente, o handebol brasileiro voltará ao topo do esporte mundial. Nossa meta é que ao médio/longo prazo estejamos onde realmente devemos estar”, afirma ele.

Compartilhe:

Comentários

comentários providos por Disqus

Apoiador

Parceiros Institucionais

Filiado A